TECA PEREIRA

Atriz e bailarina, natural de Itanhaém/SP. Em 1997 ganhou o Prêmio Mambembe de melhor atriz coadjuvante, na peça "Canção dos Direitos da Criança" com direção de Roberto Lage; recentemente ganhou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro por “Eles Não Usam Black-Tie” com direção de Dan Rosseto, também como Melhor Atriz Coadjuvante e Prêmio Arcanjo de Cultura, como Homenagem por sua  Contribuição à arte. Participou de grandes montagens no Teatro desde 1977, como: "A Gôta D'Água" Teatro Aquarius, Direção de Gianni Ratto; Musical “Aí Vem o Diluvio” em 1981; “ A Estrela Dalva” em 1987; entre outros, o mais recente "Vanya “Sonia, Masha & Spike” com direção de Jorge Takla, em 2018;

 Atua entre o Cinema e a Televisão desde 1981, no Cinema atuou em: “Um Homem Qualquer”, “A Hora e a Vez de Augusto Matraga”, "Trash” A Esperança Vem do Lixo,  “O Roubo da Taça”, “Magal e os Formigas”,  “Opala Azul Negão” “Malasrtes e o Duelo com a Morte”, “Todos os Mortos” como Doca; “Divino Amo” como Mestre Dalva; “Eles”, Dona Ida; e entre Novelas e Séries como: “Belíssima”, Duas Caras” e das séries “Carcereiros”, “Justiça”, “Felizes Pra Sempre? ” “Treze Dias Longe do Sol”, “Cidade Invisível”,  ambas da TV Globo,  “3%”- Netflix; “Pico da Neblina” - HBO; “Irmãos Freitas” - Canal Space; entre outras.

Teca Pereira